Xavier Beauvois

Filme retrata o roubo do caixão de Charles Chaplin

A história de vida de Charles Chaplin é tão fantástica, que por si só daria um interessante enredo para um filme. Após sua partida, no dia 25 de dezembro de 1977, aconteceu um evento que poderia ter saído da mente de qualquer roteirista de Hollywood: o Sequestro do seu seu corpo! Essa história já contamos aqui no blog (confira o post aqui).

O fato é que muitas vezes a vida imita a arte e essa máxima nunca foi tão verdadeira na atualidade. Na última quinta-feira, 28, no 71º Festival de Cinema de Veneza, foi apresentado um longa-metragem que retrata o caso do roubo do túmulo de Chaplin. O filme, cujo título é “La rançon de la gloire” (algo como “o preço da fama”), é dirigido pelo francês Xavier Beauvois (Deuses e Homens), sendo forte candidato ao Leão de Ouro de Veneza. Apesar da história real beirar a tragédia, na versão fílmica ela ganha um humor agridoce. O enredo teve a autorização da família de Charles Chaplin, que inclusive cedeu algumas imagens do rico acervo do patriarca ilustre.

Cena do filme "La rançon de la gloire"

Cena do filme “La rançon de la gloire”

Alguns detalhes da história foram alterados (como toda versão cinematográfica), a exemplo da nacionalidade dos ladrões do túmulo, que originalmente eram um polonês e um búlgaro, no filme, são argelino e belga, respectivamente.

Segundo a crítica, o tom de humor abordado no filme é muito semelhante ao de Chaplin, tendo, por isso, arrancado aplausos em sua estreia.

Muitas cenas do filme foram filmadas no Manoir de Ban, na Suíça, onde o ator e diretor passou os últimos 24 anos de sua vida.

Durante as filmagens do longa, na Suíça. Foto: Vevey Ville d'images

Durante as filmagens do longa, na Suíça.
Foto: Vevey Ville d’images

“Lembro-me desta época não muito agradável. (…) Quando encontramos o caixão de meu pai em um campo, na beira de uma floresta, perto de um canal. Foi absolutamente maravilhoso. Por isso, quase me arrependi de tê-lo encontrado”, declarou Eugene Chaplin, filho de Charlie Chaplin, presente no Festival para defender o filme.

Da esquerda para a direita: Arthur Beauvois, Eugene Chaplin, Michel Legrand, Xavier Beauvois, Seli Gmach e Nadine Labaki durante o 71º Festival de Veneza, na Itália.

Da esquerda para a direita: Arthur Beauvois, Eugene Chaplin, Michel Legrand, Xavier Beauvois, Seli Gmach e Nadine Labaki durante o 71º Festival de Veneza, na Itália. Fonte: Pascal Le Segretain/Getty Images Europe

O Leão de Ouro de Veveza será concedido ao ganhador no dia 06 de setembro de 2014.

Anúncios