Gandhi

Morre Richard Attenborough, diretor de “Chaplin”

Morreu ontem, dia 24 de agosto, o diretor e ator Richard Attenborough, prestes a comemorar 91 anos de idade. 

Richard nasceu em Cambridge, em 29 de agosto de 1923. Começou sua carreira atuando no cinema, no drama de guerra “Nosso Barco, Nossa Alma” (1942). Estreou como diretor no musical “Oh, Que Bela guerra!” (1969), ambientado na I Guerra. Essa produção lhe rendeu um Globo de Ouro de melhor produção estrangeira.

Dirigiu e atuou em diversos filmes, incluindo três importantes cinebiografias: Gandhi (1982), que contou a história do famosos pacifista indiano Mahatma Gandhi, obra que lhe garantiu oito Oscars, incluindo o de melhor filme; Em 1987, filmou Um Grito de Liberdade, onde Denzel Washington representou o importante ativista negro Steve Biko, lutando contra a política segregacionista do Apartheid, na África do Sul; Em 1992, homenageou Charles Chaplin no filme “Chaplin”, protagonizado por Robert Downey Jr.

Em 1992, Attenborough dirigiu a cinebiografia de Charles Chaplin.

Em 1992, Attenborough dirigiu a cinebiografia de Charles Chaplin.

Ao lado de Robert Downey Jr., em "Chaplin" (1992)

Ao lado de Robert Downey Jr., em “Chaplin” (1992)

Sua última atuação como diretor foi em Um Amor para Toda a Vida, de 2007, um drama romântico estrelado por Christopher Plummer e Shirley MacLaine.

Em 2008, Attenborough havia colocado um marca-passo em decorrência de problemas cardíacos. Neste mesmo ano, sofreu uma queda e passou a se locomover com auxílio de cadeira de rodas. Desde 2012, ele vivia em uma casa de repouso ao lado da mulher, Sheila. Segundo o diretor de teatro Michael Attenborough, seu filho, a partir de 2013 a saúde do cineasta apresentava progressiva deterioração. Richard Attenborough deixa a esposa e dois filhos.

Anúncios