Uma abertura criativa (Shoulder Arms, 1918)

Dentre todas as aberturas de filmes já realizadas na história do cinema, algumas são marcadas pela originalidade.  Nesse grupo, certamente “Shoulder Arms” (Ombro, Armas!), de 1918, tem o seu lugar de destaque, vinda da mente criativa de Charles Chaplin.

No início do filme, vemos um cartaz com o título do mesmo e, abaixo, num espaço aparentemente livre, aparece uma mão de alguém que, com toda uma graça, parece ter vida própria. Seu dedo indicador perpassa por todo o título e, logo abaixo reservado para o “roteiro e produção de…”, eis que a mão assina comicamente:

“Charles Chaplin”

Em seguida, se despede, ainda de forma cômica. Apesar de representar apenas alguns segundos do filme, essa abertura demonstra que, apesar de saber que o mesmo abordará um período sério que estava acontecendo no mundo (a Primeira Guerra Mundial), Chaplin não abrirá mão de imprimir sua característica maior: o humor. É o que todos irão perceber, conforme o filme se desenvolve.

Confira:

Abaixo, o registro do momento da gravação da abertura do filme:

Momento em que Chaplin assina o seu nome na placa

Sobre o filme

Conhecido no Brasil como “Carlitos nas trincheiras”,  Shoulder Arms foi o segundo filme produzido por Charles Chaplin para a First National Pictures, em 1918. O filme conta a história de um recruta que vai ao front de batalha, na Primeira Guerra Mundial. Lá, ele encontra a dura realidade da guerra, onde necessita se livrar dos inimigos. Na época, se tornou o filme mais famoso da carreira do artista e, apesar de contar sobre uma época difícil para o mundo, não deixa de ter seu toque de humor, como é pecular na obra de Charles Chaplin.

Anúncios

Sobre Hallyson Alves

Sou historiador e psicólogo. Desde 2007 pesquiso sobre Charles Chaplin, ícone do cinema mundial, sendo este a principal inspiração para a minha dissertação de mestrado. Foi com o intuito de compartilhar um pouco desta pesquisa, que criei o Blog Chaplin, o primeiro blog com conteúdo exclusivo sobre o artista, em língua portuguesa. Além disso, venho construindo o blog Psicologia e Sentido, espaço reservado para conteúdos relacionados à busca humana pelo sentido da vida.

Gostaríamos de saber a sua opinião sobre esse post. Utilize o formulário de comentários abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s