Chaplin em 3D

Imagine a figura célebre de Charlie Chaplin saindo da era do cinema mudo e, através da famosa cena de Tempos Modernos (quando acaba sendo engolido pela máquina) ele entra no mundo repleto de cores, contracenando com o dinossauro de Jurassic Park, aventurando-se nas cavernas de Indiana Jones ou “dialogando” com o simpático E.T., de Spilberg? Tudo isso é possível nesse criativo curta-metragem em 3D. Vale à pena conferir!

Anúncios

Sobre Hallyson Alves

Sou historiador e psicólogo. Desde 2007 pesquiso sobre Charles Chaplin, ícone do cinema mundial, sendo este a principal inspiração para a minha dissertação de mestrado. Foi com o intuito de compartilhar um pouco desta pesquisa, que criei o Blog Chaplin, o primeiro blog com conteúdo exclusivo sobre o artista, em língua portuguesa. Além disso, venho construindo o blog Psicologia e Sentido, espaço reservado para conteúdos relacionados à busca humana pelo sentido da vida.

2 comentários

  1. SIR CHAPLIN

    O que dizer de você
    quando tudo está dito?
    O que falar para você
    Quando tudo está falado,
    Vagabundo amado?

    Da perfeição de um gênio,
    da hilaridade de sua arte,
    a nossa tela de saudades…
    No fundo de todo mundo
    há mais que admiração e respeito
    pelo seu jeito desajeitado tão perfeito.

    Nossa mente tem conhecimento
    de seu chapéu voando,
    cabelos ao vento
    e as abas do paletó flutuando…

    A pantomina mais prodigiosa
    vimos em suas mãos,
    lemos em seu rosto,
    rimos com o coração.

    Seu método de criar lágrimas
    e semear sorrisos é sua grandeza maior
    que encantou décadas de risos.
    Do erro nascia o sucesso,
    as surpresas e os contrastes.

    A eterna luta entre o bem e o mal,
    o rico e o pobre,
    o cheio de sorte
    e o que não tinha nenhuma.

    Agora, quando nosso mundo,
    a nossa vida, a nossa civilização
    se esboroar sob nossos pés,
    quem correrá o risco para salvar a alegria
    e as lágrimas como antídoto contra o ódio e o horror
    e devolver aos nossos espíritos, a fé no sorriso?

    Quem, Carlitos?
    Você soube fazer o mundo ser melhor,
    se encantar, rir e chorar.

    Regina Rousseau

Gostaríamos de saber a sua opinião sobre esse post. Utilize o formulário de comentários abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s